BLOG - Fale com stevens fraga

Stevens Fraga - Coaching Financeiro - Cientista Contábil, Especialista em Direito Tributário, Especialista em Marketing

Governo é contra destaques ao supersimples, mas promete estudo para reduzir alíquotas

Boa Tarde, Amigos,

Segue a matéria abaixo sobre supersimples, no meu ponto de vista, o governo esta em preocupado em perder 5 bilhões de arrecadação, mas eles estão esquecendo que dentre esses valores tem que ser calculado as novas empresas que vão sair da posição de sonegação, e passaram emitir notas fiscais que aumentará a arrecadação,e no simples nacional o custo é menor, aumentará o numero de emprego, migraram muitos profissionais autônomos que não recolhem tributo direto, passaram a recolher, e o aquecimento da econômico.

stevens Fraga

Governo é contra destaques ao supersimples, mas promete estudo para reduzir alíquotas

O ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, defendeu nesta terça-feira (27) a rejeição dos destaques ao projeto que amplia os setores beneficiados pelo Supersimples – o regime de tributação das micro e pequenas empresas. Ele participou de reunião com líderes da base aliada ao governo pela manhã.

O governo defende o texto base do relator do Projeto de Lei Complementar (PLP) 221/12, deputado Cláudio Puty (PT-PA), que foi aprovado no dia 7 de maio. O texto aprovado prevê a criação de uma nova tabela para serviços (a Tabela 6), com alíquotas que variam de 16,93% a 22,45%. Entre os serviços novos que entram nesse regime de tributação estão os relacionados a medicina, odontologia, advocacia, despachantes, corretagem, psicologia, fisioterapia e jornalismo.

Porém, diversas categorias, como advogados e setores de seguros, reivindicam, por meio de destaques apresentados por parlamentares, a inclusão em tabelas com alíquotas menores. "A maior parte dos destaques é corporativa, e o governo acredita que deve manter as mesmas alíquotas para todos os novos setores incluídos, e não beneficiar um ou outro", disse o ministro.

O ministro informou que o governo se compromete a apresentar em até 90 dias estudo para dar respaldo técnico à redução das alíquotas. O estudo será elaborado pela secretaria, juntamente com a Fundação Getúlio Vargas, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas e outras entidades. "Queremos provar à Receita Federal que, quando todos pagam menos, pode-se até arrecadar mais", completou.

O deputado Guilherme Campos (PSD-SP), secretário da Frente Parlamentar em Defesa das Micro e Pequenas Empresas, explica que, com a aprovação do PLP 221/12, essas categorias terão benefícios como a simplificação de procedimentos burocráticos, mas não pagarão menos impostos. Porém, segundo ele, a frente apoiou o texto, diante do compromisso do governo de apresentar estudo em 90 dias.

Já o líder do governo em exercício, deputado Henrique Fontana (PT-RS), explicou que o governo se preocupa especialmente com dois destaques apresentados pela oposição: o que reduz em 20% toda a arrecadação da tabela 6 e o que cria um sistema de progressividade para essa tabela. "Esses destaques têm impacto de bilhões sobre a arrecadação do governo, e isso não é possível", afirmou.
Votação amanhã

O governo vai tentar garantir quórum alto para votar a proposta nesta quarta-feira (28). Como se trata de projeto de lei complementar, cada destaque exige o voto favorável de 257 deputados para ser aprovado. Nas últimas votações, o quórum foi insuficiente para garantir a votação. "Existe uma janela legislativa de votação amanhã; se perdermos essa janela, não vamos votar neste primeiro semestre", opinou Afif Domingos. "O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, me garantiu que vota amanhã", acrescentou.

Na reunião com os líderes da base nesta manhã, o ministro fez apelo para que eles retirem alguns destaques. Os líderes discutiram ainda acordo de procedimentos, que prevê a simplificação do encaminhamento para os destaques não retirados.

Íntegra da proposta:

PLP-221/2012
Fonte: Agência Câmara

Att.

Stevens Tagliate Fraga

contador/consultor

Fraga Contabilidade

27 3239 3352 / 27 9.8165-7804

stevens

http://www.fragacontabilidade.com.br/images/logo.png

bt_twitter1.gifbt_facebook1.gifbt_blog1.gif

Nosso whatsapp 2798165-7804

Busca

ALTERAÇÕES DO SIMPLES NACIONAL PARA 2018

DE R$ 100,00 por R$ 49,90

Anúncio

Anuncio

%d blogueiros gostam disto: