PIX: o novo meio de pagamento criado pelo Banco Central

Afinal, o que é o pagamento PIX e para que serve? Está na boca do povo e em todos os lugares: bancos, aplicativos de pagamentos, programas de TV, propaganda, e-mail…

Você já cadastrou o seu PIX?

Você já deve ter ouvido falar do PIX, mas sabe o que é e para que serve? Saiba como pagar empresas e pessoas. Entenda sobre a chave no PIX e os cuidados com os golpes já disponíveis na praça!

O que é o pagamento PIX
PIX é um novo meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central. Com o PIX, pessoas e empresas poderão fazer transferências de valores, realizar ou receber pagamentos, em menos de 10 segundos, usando apenas aplicativos de celular.
Essas transações poderão acontecer a qualquer hora do dia e da noite, inclusive nos fins de semana e feriados.
Será uma alternativa a mais para recebimentos e pagamentos, além do TED, DOC e cartões.

Para não cair em golpe
O PIX foi criado pelo Banco Central. Mas quem vai oferecer o PIX às pessoas e empresas serão as instituições financeiras: bancos, carteiras digitais e fintechs.

Como funciona o PIX
Da mesma forma que TED e DOC, por exemplo, já aparecem no aplicativo de celular do seu banco, instituição financeira, ou outra empresa de pagamento, o PIX vai ser mais uma opção que vai aparecer nesse mesmo aplicativo. Na hora de fechar uma transação – pagamento ou envio de dinheiro – basta escolher o PIX no aplicativo como forma de realizar a operação.

Como aderir ao PIX
O primeiro passo é criar a chave PIX. ATENÇÃO! Para isso, você deve usar os canais de atendimento do banco ou instituição financeira onde você já tem conta. Faça isso pelos canais oficiais que já utilize. Não responda e-mail ou mensagens, pode ser vírus.
A chave vai substituir seus dados bancários na hora de você receber um dinheiro. Quem for transferir para você só vai precisar saber a sua chave e nada mais.
Você tem direito de ter pelo menos três chaves: uma é o seu CPF, outra é o seu e-mail e a terceira é o número do seu celular, podendo ainda ter uma aleatória.
A chave aleatória é uma forma de receber um PIX sem precisar informar dados pessoais. Será como um login, ou seja, um conjunto de números, letras e símbolos gerados aleatoriamente que identificará a conta do destino de recursos. Se quiser, você pode cadastrar cada chave numa conta bancária diferente.

Transações com o PIX
Os pagamentos serão concluídos em tempo real. Chegando na conta do destinatário na mesma hora.
Empresas poderão oferecer o PIX como forma de pagamento aos seus clientes por meio de um QR Code também. Na hora de fechar o negócio, basta escolher o PIX no seu aplicativo e capturar a imagem do QR Code, além da forma explicada acima.

Quais as vantagens do PIX?
O serviço estará disponível 24 horas do dia, todos os dias, inclusive finais de semana.
As transações serão concluídas em menos de 10 segundos.
O PIX será gratuito para pessoas físicas, inclusive MEIs (microempreendedores individuais).

Qual a segurança
Especialistas dizem que o PIX terá o mesmo nível de segurança de outras funcionalidades do mercado financeiro. Nenhum pagamento pode ser realizado por PIX sem que você tenha colocado sua senha ou dados biométricos.

Pode haver, sim, tentativas de fraude. Mas se você ficar atento pode tentar evitá-las. Por exemplo, nunca passe sua senha para ninguém, nem por telefone, nem por mensagem. E nunca forneça os códigos de confirmação de chave enviados para o seu celular ou e-mail.

Quando vai começar
O PIX só começa a funcionar no dia 16 de novembro, mas a fase de cadastro de chaves já começou.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós utilizamos cookies:
Armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
× Como posso te ajudar?